Rinoplastia: tudo sobre a minha experiência

rinoplastia

Rinoplastia é um assunto que eu tenho absoluta certeza que é o post mais pedido por quem me segue no instagram (se você ainda não me acompanha por lá pode clicar aqui), pra quem não sabe, eu passei pelo procedimento no mês de setembro de 2020, inclusive esse foi um dos motivos pelos quais eu dei uma sumidinha daqui.

Vou tentar dividir o meu relato sobre rinoplastia com vocês aqui, e se vocês tiverem mais dúvidas me deixem aqui nos comentários e posso gravar um vídeo sobre.

Preparação

Antes de, de fato, eu resolver fazer a cirurgia eu pensei muito sobre, rinoplastia é algo que sempre esteve na minha cabeça, era um sonho de muitos anos e a ideia foi algo no qual eu pensei muito.

Antes de entrar nos detalhes, gostaria de colocar um disclaimer aqui, apesar de eu ter feito rinoplastia, não quer dizer que eu ache que todo mundo tem que fazer, eu fiz pelo lado estético e por inúmeros problemas funcionais que eu também tinha, acho muito importante falarmos sobre isso dado que, hoje em dia, cirurgia plástica é praticamente uma doença.

O dia da minha rinoplastia

No dia da minha cirurgia (que eu fiz em 29/09/2020) eu estava tão nervosa, mas tão nervosa. Meu maior medo era a tão temida anestesia, mas ao mesmo tempo tudo sobre passar por uma cirurgia me assustava um pouco.

Cheguei no hospital as 05h da manhã e entrei no centro cirúrgico as 7h, antes de subirmos pro centro cirúrgico, meu medico, o Doutor Ricardo Dolci da Clinica Dolci passou no quarto para conversarmos e combinarmos os últimos detalhes. Assim que ele saiu já tomei um pré anestésico e não podia mais levantar (eles alertam bastante a gente sobre o risco de quedas se a gente levantar sob anestesia, isso era uma coisa que eu não sabia), cerca de 15 minutos depois as enfermeiras (que foram extremamente fofas) me levaram pra fazer minha tão sonhada rinoplastia.

Ao entrar no centro cirúrgico (que estava tocando uma musiquinha super relaxante, coisa que me surpreendeu positivamente!), o anestesista me perguntou se eu tinha alguma alergia, depois de eu responder, ele me deu um gás pra inalar, disse que eu contaria até 10 e ia dormir…e pronto, no 10 eu dormi mesmo!

Se não me engano minha cirurgia durou até as 13h, depois disso eu acordei na salinha pós anestésica ainda meio grogue (mas menos do que a maioria, as enfermeiras se surpreenderam porque eu acordei e já queria tagarelar haahahaha) e fui levada pro meu quarto, onde a minha mãe estava me esperando.

As enfermeiras entraram no quarto de hora em hora pra fazer compressa nos meus olhos e me darem comida, tudo que eu consumi de alimento nesse primeiro dia (e durante a primeira semana quase toda) foi frio e pastoso, as 22h do mesmo dia meu médico passou no quarto e me deu alta, uma coisa que eu fiquei muito feliz porque não queria dormir no hospital.

Pós operatório da rinoplastia

Assim que cheguei em casa após a minha rinoplastia ainda estava me sentindo meio esquisita por causa da cirurgia, além do que, nos primeiros dias você precisa de ajuda pra levantar o tempo todo (isso foi algo que eu me surpreendi, pois, não sabia antes de operar).

 Dormir é a pior parte durante a primeira semana pós rinoplastia, você deve dormir de barriga pra cima o tempo inteiro e não pode deitar 100%, então de todas as coisas do pós operatório essa foi a pior pra mim. O que acabou me ajudando bastante nesse momento foi usar um FOM no pescoço pra dormir, não é que melhorou a situação completamente, mas se tornava um pouquinho mais tolerável pra dormir.

Algo que a maioria das pessoas também comentavam que era incomodo era a respiração, pois você fica se sentindo como se estivesse gripado, porém, pra mim especificamente esse não foi um problema tão grande. Antes da cirurgia nos exames que o Dr Ricardo me pediu, eu descobri que tinha bastante problemas respiratórios (mais do que eu já sabia que tinha), então lidar com a obstrução não foi TÃO diferente do que já era antes, como eu acabei de falar, eu me sentia gripada e só isso.

Quanto a alimentação, eu fui orientada que qualquer coisa que eu quisesse comer eu poderia, porém, quanto mais eu mastigasse mais minha recuperação ia demorar, dado que eu não sentia o gosto de nada nesse período, eu fiquei uma semana só comendo sopas frias e papinhas de frutas, eu tentava comer de hora em hora pois estava comendo muito pouco e durante os primeiros 3 ou 4 dias eu sentia bastante tontura na hora de levantar. Algo que eu tomei bastante também foi suco de abacaxi e o suco detox que eu já falei aqui, pra me ajudarem a desinchar mais rápido.

O que é de fato chato no pós operatório são só os primeiros dias, eu não senti dor praticamente, o que eu senti algumas vezes foi uma pequena “repuxada” nos pontos, mas era uma dor beeeem pequena, e se eu sentisse eu já na hora tomava remédio, acho que de todos os dias acabei tomando remédio umas 3 vezes. Após a primeira semana eu tive meu primeiro retorno ao médico e tirei os pontos, tala e splint nasal, essa era uma parte que eu estava com medo, pois, muita gente relatava que era a única parte que doía, e sinceramente, eu praticamente não senti dor, o médico me deixou com o micropore após isso e minha vida já melhorou bastante, pra dormir já era mais fácil e já conseguia sentir o gosto das coisas que eu comia.

Depois de mais uma semana com o micropore, retornei ao consultório do Dr Ricardo e aí de fato fiquei sem nenhum curativo.

Acho que vou parar meu relato por aqui, tentei ser o mais sucinta possível, se tiverem mais dúvidas deixem aqui nos comentários, sei que esse assunto gera muito “pano pra manga”.

Um Beijo,

Nurah

3 Comments
Deixe uma resposta